sábado, 28 de julho de 2012

Aos detestadores de Café


Odeio Café

Ele está em todos os lugares, da casa da sogra até a carrocinha na esquina. E todos compram e apreciam e amam e querem. E se derramam em belas palavras descrevendo-o , como se fosse algo divino, e, no final, é só uma água preta e quente com cheiro forte. Qual é a magia que tem no café? O que as pessoas veem nele?

Iguaria espetacular que dava força dos guerreiros e a vivacidade aos sábios. Hoje são os jovens executivos, os estudantes e os pedreiros que depositam nele as esperanças de mais ânimo e força para enfrentar a luta diária. Glorificam o tal grão torrado como se as suas vidas dependessem disso, como se não pudessem continuar a viver sem o mesmo. Declaram o seu amor aos sete ventos, em propagandas na tv e no facebook. Exibem-se com as suas xícaras e copos de isopor: 'Tomo café, tenho um bom paladar. Sou fino.’ ou ‘Preciso do meu cafezinho pra ter forças pra trabalhar’.

 E o pior de tudo: associam isso a intelectualidade. Escritores têm de beber café, senão não são bons escritores. Professores precisam do café para corrigir as provas durante a madrugada. ‘Usamos óculos, lemos livros enormes e tomamos café nas nossas xícaras com frases engraçadas. E depois postamos no Instagram para aumentarmos o nosso status’. Todos os universitários se reúnem na cafeteria para discutir sobre a prova de cálculo e Bakhtin. E, enquanto tomam seus cafés, defendem Machado de Assis e o ensino tradicional nas escolas. As ladainhas ao fruto do cafeeiro recomeçam em meio ao um gole e outro dessa bebida dos deuses.

Café não vai resolver os teus problemas e nem te dará ânimo para trabalhar no emprego que tu detestas. Não vai ajudar a resolver a cura da AIDS nem a entender Deleuze. Ele só vai te fazeres gastar teu dinheiro e ficar com dor de estômago. É desperdício. Não é mágico, não tem encanto. É só uma água preta e quente. Tentadora como qualquer outra droga – cocaína ou religião.

Um comentário:

Guild wars 2 gold disse...

Todos os universitários se reúnem na cafeteria para discutir sobre a prova de cálculo e Bakhtin. E, enquanto tomam seus cafés, defendem Machado de Assis e o ensino tradicional nas escolas. As ladainhas ao fruto do cafeeiro recomeçam em meio ao um gole e outro dessa bebida dos deuses.gw2 gold
cheap guild wars 2 gold