quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Eu tenh'um problema

Eu tenho um enorme problema e não posso resolver. Estou de mãos atadas, não existe nada que eu possa fazer para mudar isso. Eu não tenho mais decisões a tomar; elas já estão tomadas - e nem foram por mim. Eu não posso fazer nada, não posso fazer nada, não posso fazer nada.
Já tá decidido, besta.
P'ra que estragar o que já está programado?
Finja.
Desgaste as cores do teu sangue até acabar a hemoglobina e teu coração começar a bater como pedra cinza. Até tu te tornar uma pedra imóvel e parar de sentir.
Usa a tua caneta preta e contorne a podridão da tua mente sem cor. Egoísta e verdadeira; a tua mente humana limpa, sem baixar nenhum programa, ela na sua essência pura.
Acomode-se nesse cenário cinza que tu 'escolheu' seguir agora;

2 comentários:

Anônimo disse...

Conhece Caio Fernando Abreu?

Paulo Seben disse...

Preocupa.