sábado, 29 de maio de 2010

Mais!

No grupo de poesia, o Porf. Seben abriu uma revista e leu a frase metrificada de uma propaganda "Café torrado e moído", o objetivo era fazer uma poesia:


Moído na calçada

País de pretos e pobres
Tratados como animais
Diários insultos sofrem
Suportam dor e chicotes.

-Acabem com ele! – Gritos!
Dois tiros cortam as nuvens.
Seu rosto desesperado
Seus pés correm para esquina.

-Pensou que fugiria assim? –
Berrou o loiro nervoso.
- Eu não fujo de uma luta-
Responde o negro rebelde.

Tambores ritmados soam:
Revólveres que dissolvem
Café torrado e moído
Com pedras e asfalto cinza.

\Yádini Winter\

2 comentários:

Diego Nascente disse...

hau!!!

Junie Nunes de Souza disse...

Oi, Yádini!

Tem um selo para você lá no meu blog...

http://diariosdeestudante.blogspot.com/2010/06/ganhei-um-selo.html