terça-feira, 26 de maio de 2009

Tempo para pensar

Tempo de Pensar

Coisas aparecem depois do sol,
a meia-noite não passa,
tão devagar que chegaa ser rápido.

Galopando, voltando, acelerando,
o tempo, o tempo, o tempo!
Parem o infinito, ele é muito raro.

Nada de palavras ao vento,
sem momentos e lamentos,
pois o infinito suga tudo.

Forma a essência,
os fatos me formam,
o decorrer do tempo me persegue,
crava em mim o que acontece,
me mata. total e completamente.

Yádini Winter

Um comentário:

Vinne Caetano disse...

Adoro o jeito que tu escreve, é parecido com o estilo de uma certa pessoa que ambos gostamos.