quarta-feira, 15 de abril de 2009

Buenas e me espalho. Nos pequenos dou de prancha; nos grandes, de talho.

Mas bá, amo essa frase. Do Capitão Rodrigo Cambará, da Trilogia o Tempo e o Vento, do Érico Veríssimo. Quero um Capitão desses pra mim, 'homi' 'homi' mesmo! Ah,eu viajo. Longe, longe. A ficção, esses romances são meu vício. Como droga, como estar apaixonada, como o fantasma da ópera : "Inside my mind!" E eu preciso disso. Preciso de fantasia. Eu necessito viver num mundo mais feliz e romanesco. É assim que me mantenho sensata com a cabeça no lugar. Guardo meus desejos e esperanças de final feliz para os romances, não existem realmente. Finais são trágicos. Sempre são. Daí eu faço algo para que termine no meio. Sem tragédia.

Nenhum comentário: