sexta-feira, 6 de março de 2009

Sonhos


Às vezes eu escrevo logo que acordo, escrevo meus sonhos para não esquecê-los. Achei um aqui do ano passado:


Eu tive um sonho hoje muito estranho: "Sonhei que eu estava morta e mais algumas jovens também, mas estava realizando um ritual para morte ou algo assim, num vestido branco perfeito e uma coroa, entrando na igreja, tipo primeira comunhão. Nisso vou até o padre que me dá um caixão com um bebe morto, eu carrego ele até a parte esquerda da igreja para uma senhora, ou nossa senhora, e dou o caixão com o bebe para ele e nisso me transporto para dentro de um caixão e sou levada para uma sala junto com as outras jovens mortas. E, agora, tenho a visão de uma outra sala do lado da igreja, tipo um reataurante com mesas e nele eu vejo um guri meio revoltado de cabelo preto bagunçado que perdeu a irmã e um amigo nesse ritual e estava sentado na mesa, apoiado, com os olho para baixo. Nisso de relance aparece a imagem de uma mulher que olha de canto esse guri e vai até ele e pergunta:-A tua vida tem valor?-Já não sei mais. - Nisso ela ri e aparece um livro com uma série de rituais estranhos."

8 comentários:

July disse...

Sonhos em que não entendemos o sentido, o porquê. Eu lembro de me contares algo do tipo!

July disse...

Aaaah ficou cuti cuti!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Kimberly Winter disse...

ahn. que medo.

Borboleta disse...

Parabéns pelos textos e pelo blog.

Desenham-se corpos Inquietos
sem rostos(...)
invisíveis.

Improvisam a alma
Enriquecem a valsa
mergulham despercebidas

Sombras sem fendas
gritam no deserto povoado
expectativa de vida (...)
partes de nós.

Jade disse...

:O esses sonhos com morte são foda.

Blu Lima disse...

Você me dá medo, Dinny. ;/

Faust Sotam disse...

Os sonhos são a porta para o inconsciente, e revelam muito da nossa vida, há k saber interpertá-los. O "guri" despreza a vida exterior e preza a vida interior. Neste caso ele abusou da "bebida" e está ressacado. Apareci aqui "voando" e assim me vou. Continua a sonhar...