quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

na nuvens.


Talvez essa vida não seja suficiente. Já pensou nisso? E se eu engatar de vez num caminho e querer mudar e for tarde demais? Por isso, não posso envolver muita gente nessa minha vida; nada de promessas eternas. Minhas decisões são egoístas e impulsivas, não quero machucar ninguém. Eu só quero provar, aproveitar. Sentir tudo, todas as sensações, até o último instante; não vou ser eterna, nem ter tempo de sobra; tenho que correr. Me esqueçam. Me deixem. Não me levem a mal. Eu preciso sentir, eu não sinto nada, eu preciso sentir - me ajudem a sentir. Eu não sinto nada, só arrependimento. Eu quero voar. To contruindo as asas. Pena por Pena. Já estou até vendo as nuvens.

Um comentário:

Jade disse...

já leu "a passagem das horas"?