sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

mais devaneios.

Eu realmente espero queum dia eu possa me entregar totalmente, sem pensar ou planejar. oh! Será que vai demorar? Tenho tantas coisas pra pensar, tipo faculdade, emprego, futuro... essas coisas de gente que saiu do colégio. Ai. Eu queria que não fosse assim, tão ... concreto. Eu queria sonhar mais, ou só sonhar; pra não me decepcinar depois. Não sou grande coisa, tenho alguns pequenos talentos e opiniões que chamam atenção, a minha aparência é bem bonita - ah, eu me acho bonita, oras, que mal tem nisso?-. Sonho demais, faço de menos. Choro. Sonho. Planejo. ; mas tenho medo de por em prática. Queria mais apoio, mas liberdade. mais vida. Quero viajar, conhecer, mudar. MUDANÇA. Talvez eu corte meu cabelo. Isso me estimula a mudar o resto. Acreditem em mim, não me deem motivos pra pensar demais, eu dou pra trás. Eu penso demais. Eu tenho que agir. Claro, existem coisas que eu me sinto acomodada, e nada, nem ninguém vai me desacomodar. Acabar.Começar.Continuar. Me ajudem a pensar direito! Mas o que realmente é certo? aiai. Será que eu vou ter algum dia uma vida de romance, daqueles beeem românticos. Que sonho. Sim, eu penso que nem menininha. Não demonstro, mas penso, e me sinto. Ler me faz pensar demais, me prende, ME CEGA. AH, eu ADORO ficar cega. Cantando. Dançando. Sonhando. ALTO DEMAIS, Yádini. Tu sonha alto demais. Que mal tem nisso?

Sabe, meu sentimento 'mudar o mundo' tem sumido.Desisti? Talveez. Desiludida. Perdida. Oh, alguém me salve desse turbilhão de coisas, dessa guerra mental. Depressão. Não me sinto deprimida, mas sei que estou. Mas ninguém me salva. Eu estou sozinha nisso. Pra Sempre.

Um comentário:

Camilla disse...

Eu não consigo fazer nada sem pensar. Penso até demais viu?

Beijos