quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

letras e pensamentos.

Alguém por favor faz eu voltar para o meu mundo, eu to viajando muito longe- imagina se eu usasse drogas. Humpf. Eu esperava algo mais emocionante quando eu vim presse mundo; não eu não sou um et. Eu realmente gosto de ficar dentro da minha cabeça e esquecer o resto, até que chega o fim e eu procuro outra coisa para saciar meu vício, pulando de ilusão em ilusão. Talvez eu seja romântica - no sentido literal- demais pra continuar vivendo,eu tenho certeza que eu só vou me decepcionar mais e mais. A sede pelo fantástico não vai acabar. Sim, sou louca; como uma viciada em histórias, em um mundo diferente, o MEU mundo romântico. Nunca vai ser assim, e eu nunca vou estar satisfeita com nada, isso machuca os outros, sabe, me incomoda as vezes- sim, as vezes só, eu sou TOTALMENTE EGOÍSTA [ me irrita pessoas que negam as suas personalidades, mesmo nos pontos ruins, eu admito e gosto do meu egoísmo,é saudável nesse mundo, nessa realidade... SELVAGEM]. Eu queria mais que tudo isso, que uma coisa caísse do céu agora e me atingisse, ou simplesmente conversasse- NÃO, não etes. Talvez isso passe amanhã de manhã, talvez não, talvez isso me azucrine pelo resto da minha vida, ou até depois dela talvez- sim, são os vampiros de novo. Eu realmente ficaria feliz se eles existissem, teria mais emoção, talvez qualquer dia desses eu me encontre com um... e ele me mate. Ou um lobisomem, ou até um ser com poderes, seja quais forem, mas que sejam impressionantes e que saciem o meu vício.Eu me arrependeria um pouco, mas eu teria conhecido o que eu sonho desde que eu nasci. O Fanstátisco. Oh, por favor estou implorando pra que alguma coisa diferente aconteça comigo, só comigo- SIM, EGOÍSMO. [ai! bater o cotovelo não acontece só comigo!] tá tudo bem, me chamem de louca, EU ACEITO. Eu nasci assim. sonhando com o impossível, alto demais pra que qualquer um alcance. talvez se eu tivesse um banquinho, sabe, meus 1,56 não ajudam nem um pouco, PORÉM as mocinhas são assim, pequetitas, frágeis e quebráveis. EU SOU TOTALMENTE QUEBRÁVEL. Quebrem-me. atirem as pedras, balas, martelos...magia. Oh, Deus. Como eu sou estúpida . Eu vou rir disso certamente. Já to rindo. Estou sozinha com pessoas normais, e assim vai ser pelo resto da vida. romântica abobada. nem um livro eu consigo escrever. talvez, eu consiga depois disso. Eu me pergunto se os escritores acreditam nas suas histórias, mesmo que sejam impossíveis, alguma parte deles clama para que seja real. Eu clamo. por vida, ou depois. [ malditos vampiros, lobisomens, superpoderosos] [ah,claro,'saiadins'] tá, devaneio encerrado. eu vou escrever mais ainda, me sinto inspirada e viciada. Letras e palavras me fascinam, mas claro que não faria sentido sem a minha enorme imaginação fértil e bobinha. sim, ACREDITEM nas pessoas e programas, mesmo que infantis, que dizem sobre ter imaginação, pois é algo realmente surpreendente, o cérebro funciona diferente. ai, amo meu cérebro. boa noite, cérebro.


[ai, vinicius me entende. dane-se o resto. alguém é parecido comigo. trágico e cômico, PORÉM duvido que ele fosse tão inocente e ... mocinha, como eu sinto que eu sou. dini boba criança.]

Liberei.Tá, agora riam.

Um comentário:

Stacy disse...

Oii..

nossa eu adoro o seu blog...
sempre tÔ visitando;

tudo que vc escreve faz sentido pra mim...'MEU MUNDINHO ROMÂNTICO'..

parabens!!