quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Morte




Se a morte me quer?
Por quê não hei de quere-la também?

Quero abraça-la, ser dominada,
ser acabada, disfarçada,
morrer e nascer
para outra força.

Quero saber além disso,
além do universo,
é isso que me espera:
o além.

Além do mundo e das pessoas,
além dos meus sentimentos e vontades,
e muito mais além do meu coração.

Quero viver pra morrer,
morrer pra nascer
e nascer pra viver.

Término. Início.

Diga que virá. e estará,

a me esperar.
Yádini Winter

2 comentários:

Camilla disse...

Ai que texto boniiiiito...

Mas vou confessar, morro de medo da morte!!

Beijos

Gustavo disse...

confesso, adoro poemas *-*
ainda mais quando são bem escritos
e adorei o tema, a morte
você já ouviu falar aquele ditado popular: "Todo mundo chora ao nascer porque não conhece o mundo que existe fora de um útero, quando se depara com a luz, um choro se anuncia, todo mundo vive a vida com medo da morte, pois não a conhece" então, aonde eu quero chegar é se a morte realemente não pode ser piamente melhor do que a vida em tais sentidos?
enfim... é bom saber que alguém ainda aborda esse assunto não só para dizer que é uma certeza e a náusea que o medo trás de uma morte dolorida *o*
adorei sua forma de escrever, posso linkar? :D
beeijo