segunda-feira, 10 de março de 2008

Sensações


Tudo que caminha, um dia corre,
tudo que nasce vive, morre e renasce
acabar tudo, voltar atrás, terminar,
parar o tempo, o verbo, um olhar.

Duas frases incompletas e bocas indecisas,
duas curvas se cruzando, misturando
se fundem, no escuro, noite fria.

Chegando no céu, tocando brilhos
no corpo esquecido, nu, tocado,
atirado e solto,
lençol amassado na sexta-feira.

Depois de tirar todo o vermelho
jogue azul-violeta, no gelo, na terra
na cama e na lama.


Yádini Winter

2 comentários:

Marta disse...

Muito bonito :D

Português legível ? :D

Pois o teu blog está muito bonito pelo que vi e espero voltar em breve.
Entendido ? :P

Bjinho

Kazilar disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.