sábado, 25 de agosto de 2007

Tudo passa, tudo passará...


Seeilá, to meio desanimada com o grupo de teatro, não to afim de fazer Romeu e Julieta, quero mais cemitério, menos teatro; apesar de eu gostar muito, acho que não nasci pra isso, talvez até tenha nascido pra isso sim, mas só vou revelar esse meu lado quando entrar num curso de teatro. Ah cara, se eu tivesse dinheiro eu iria fazer todos os cursos do mundo, eu iria querer fazer tudo: TUDO! Eu quero fazer tudo, é não me contento com o que faço, na real, não faço nada. Só vou pro colégio e o Cemiterium e acabou. E agora também não posso sair de casa porque minha mãe tá de cama, deu uns problemas lá com o babê. Enfim como eu queria ser mais inteligente, no inglês, alemão, teatro, música, em tudo. Eu sou burra e não sei de nada, eu quero poder fazer tudo, eu quero, eu preciso de dinheiro. Talvez eu seja uma idiota mesmo, e não deva fazer nada disso e continuar burra pra sempre. "A Yádini tu não é burra olha as tuas notas!" GRANDE MERDA as minhas notas, eu acho ridículo essas coisa de julgar as pessoas pelas notas do colégio, inteligência está muito além disso tudo, inteligência é cultur, é conhecer, é viver. E experiências de vida eu não tenho nenhuma, não porque não queira ter, as pelo simples fato de não sair, de não me deixarem sair. O mundo anda muito violenta, muito complicado, mas chega um hora que tu tem que me soltar, sacas? O meu problema é que eu não tenho a cabeça pra a a minah idade e o meu corpo, seilá eu to além de 15 anos, mas não posso sair e viver como mais velha, ninguém entende. Ninguém me entende, isso é uma merda. Talvez eu devesse ser burra e retardada daí não estaria sofrendo com isso, com o fato de eu não poder sair, daí eu iria em lugares para a minah idade e sera tudo mais fácil. seria tudo mais fácil, porque é tudo tão difícil. O mundo anda muito complicado. Ah, acho que nem é o mundo, o mundo é o mesmo, o que mudam são as pessoas e suas criações, ah o ser humano é muito complicado; que bela desculpa.


"O homem é tolo, fenomenalmente tolo. Ou melhor, não é tolo, é ingrato, tão ingrato que outro igual a ele não se encontrará, por mais que se busque. Não me espantaria nada, por exemplo, que de repente, sem nenhum propósito, em meio à felicidade geral, se erguesse um gentleman desagradável, retrógrado e irônico, para nos dizer, de punhos nos quadris: "Que tal, senhores, se acabássemos de uma vez por todas, a tapas e pontapés, com essa bem aventurança, só para mandar ao diabo todos esse logaritmos e para recomeçar a viver novamente de acordo com a nossa tola fantasia?" Isso ainda não seria nada; o pior é que ele encontraria imediatamente seguidores - assim é a natureza humana! E isso pela mais insignificante razão, que, dir-se-ia, nem vale a pena mencionar: tudo porque o homem, por toda a parte e em todos os tempos, seja qual for, sempre gostou de agir segundo a sua vontade e não segundo lhe determinam a razão e o interesse: pode e, às vezes, mesmo positivamente, deve escolher o que é contrário ao próprio interesse. Nossa livre vontade, nosso arbítrio, nosso capricho, por louco que seja, nosa fantasia excitada até a demência, eis precisamente aquele "interesse interessante" que deixamos de lado, que não se enquandra em nenhuma classificação e manda para o inferno todos os sistemas, todas as teorias. Onde os sábios descobriram que o homem necessita de não sei que vontade normal e virtuosa? O que os levou imaginar que o homem aspira a uma vontade racionalmente vantajosa? O homem só aspira a uma vontade independente, qualquer que seja o preço a pagar por ela, e leva aonde levar. E que vontade é essa, só o diabo sabe.." Notas do Subterrâneo - Dostoievski

5 comentários:

Jade disse...

1. eu bem pessoalmente acho que não te deixarem sair é ridículo e uma merda.

2. será mesmo que seria melhor ser retardada? melhor sentir coisas ruins ou não sentir nada?

3. tu não é burra; digo isso por que te conheço, não pelas tuas notas.

melhoras pra tua mãe e pro feto!
;@@@

depósito de Idéias disse...

Estranho. Sabe quando percebes que já passastes por isso? Eu sinto que já passei.
Cara, na real, não há nada que eu possa dizer que faria tu te sentires melhor. Acho que o Blog acaba sendo isso, saca, uma consulta psiquiatrica em doses homeopáticas, onde vários pseudo-psiquiatras dizem o que acham de ti e do teu mundo. Dostoievski estava certo - assim como Nietzsche - quando disse que o que buscamos é a nossa vontade, a nossa impulsão louca por algo, pelo desejo.
O que dizer? Ririas se eu dissesse que isso passa. Realmente passa. Uma hora, a liberdade que terás será tão grande... O problema é que em meio há tantos caminhos, nunca sabemos qual caminho tomar.

Concordo contigo quando dizes que inteligência não é uma questão de notas - acho esse método de avaliação completamente obsoleto, aliás - e realmente não sei o quão inteligente és. Pareces ser uma pessoa culta, entretanto, em pauta ao que escreves, o jeito como te fazes ouvir.
Quer uma dica? Fica bem contigo mesma, e saibas que de uma hora pra outra, as realidades mudam bruscamente. Essa é a minha verdade, óbvio, não faça dela uma verdade absoluta, mas tente.
No final das contas, sempre que temos pessoas pacientes, sábias e gentis ao nosso lado - sejam amigos, namorados ou familiares - o tempo passa mais rápido.

Eu?
Eu te acho foda!

xD

=*

depósito de Idéias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dênis Rafael disse...

Pô, me sinto em casa, e só por isso eu vou dizer, e você vai ler: isso de não te deixarem sair, essa "angústia" toda, parece mesmo que você escreve de uma jaula. Sinceramente, não compreendi. Não te deixam sair pra onde?

Meu, com 15 anos, alguém que escreve como você, que escreve o que sente, e de uma forma instigante... Yadini, tu se acha burra mesmo? Fala sério!

Uma saída? Escreve um livro e me manda uma cópia (ainda que não tenha publicado).

Juliana disse...

será mesmo que seria melhor ser retardada? melhor sentir coisas ruins ou não sentir nada?(2)

Sei lá meu eu tb ando me achando tão BURRINHA! Inteligência sl eu acho q é uma coisa meio inata, oq podemos fazer é estudar as coisas e aprender de jeitos diferentes. Pq né, tirar boas notas no colégio quer dizer que tu ESTUDOU bastante ou decorou... Vo sabe 'o>

Meeeo eu tb queria fazer tantos cursos tantos cursos! Bem, tem algumas coisas q eu sei que me daria mal, mas acho q é tãão legal! :B

To com saudade
Melhoras pra familia!

;****